terça-feira, 8 de janeiro de 2013

A Farsa da Democracia e a Farra do SUS



Da série: Vocês realmente confiam nessa gente?

Mudanças eleitorais, que em tempos da perversão da democracia em Ditadura da maioria, causam impactos na vida de muita gente.
Algo positivo? Acho difícil.
Algo negativo? MUITOS! 

O estado sempre é capaz de fazer muito mais mal do que bem para seus "contribuintes".
Resolvendo velhos problemas complexos da saúde, com soluções simples e equivocadas.
Aqui na região da "Grande Santa Cruz" (não vou falar sobre Santa Cruz, mas sim das cidades em sua volta) e suas cidadezinhas satéltes, passei por isso por muitos anos e hoje não passo mais. Me recuso a isso. Quantas noites perdia há alguns anos durante as mudanças de "gestão".

Quanto menor a cidade, parece maior a aberração.
Os "gestores" não estão preocupados em qualidade, em eficiência, em compromisso com a economia do dinheiro público.
Demite-se um médico, para colocar outro, de capacidade infinitamente menor, só porque esse outro subiu no palanque que deu a eles a "chave do cofre".
Pra quem fica de chororô por eleições "livres e democráticas", saiba que poder escolher seu "Senhor" de 4 em 4 anos, não o torna menos escravo.
Cargo público de "confiança" não predispõe meritocracia, mas sim a distribuição de benesses somente àqueles que apoiaram o projeto de poder.
Lembrem-se que nós não fazemos parte de projeto nenhum desse caras.
Somos só o instrumento.
Para não poupar nenhum nome.......estou falando de São Pedro do Turvo (SP).
No meu caso, estou fora do SUS há 5 anos. Agradeço a Deus todos os dias por ter me livrado de ser cúmplice de algo tão abominável e genocida.
Encerro com o óbvio:

"Me nego a me sentir culpado pelo fato de fazer isso e fazer melhor que os outros. Me recuso a pedir desculpas pelo meu sucesso. Eu poderia dizer que fiz e faço mais bem para os cidadãos do que vocês burocratas jamais sonhariam em fazer..." 

Ayn Rand
Trecho do livro: "A Revolta de Atlas"